+REVIEW - Monster Hunter: World

14:54 0

Vamos caçar alguns monstros?




Monster Hunter é uma franquia bem conhecida, principalmente no ocidente, que está voltando para os consoles  convencionas, sendo eles PS4 e XBOX ONE, posteriormente para o PC. Uma pequena curiosidade, boa parte de sua série foi lançada para os portáteis (3DS e PSP/PS VITA). Com esse retorno, a Capcom deixou muitos dos seus fãs com muitas expectativas e receios, porém como vamos ver nesse review, não tem nada com o que se preocupar e os novos jogadores poderão ter momentos memoráveis.

A aventura 


Em Monster Hunter: World , você é um caçador da quinta frota que está indo para um novo continente que ainda é inexplorado pelos humanos e, enquanto está indo para esse “novo mundo” seu navio é atacado por um Dragão Ancião, chamado Zorah Magdaros, a única coisa que se sabe é que essa gigantesca criatura está migrando para essa nova região. 

O jogo é dividido em 4 tipos de missões, sendo elas: A historia principal, missões opcionais, expedições e eventos. Desta forma poderá explorar e adquirir aquele tão aguardado material para fazer o equipamento dos sonhos.

Escolhendo a melhor forma da caçada, você poderá enfrentar o monstro e optará em mata-lo ou captura-lo. Infelizmente, o enredo é um pouco genérico, mas cumpre com o seu objetivo que é de mostrar as áreas e a ambientação tão bela e viva para os jogadores. 


Ambientação e os monstros

Falando em ambientação, o game tinha uma difícil tarefa de convencer  que o mundo estava vivo e, para tal,nossa querida Capcom surpreendeu com tamanha beleza e detalhes de cada cenários distintos, você se sente fazendo parte de um mundo cheio de lugares para explorar e ver como a vida se comporta ao seu redor. Eu mesmo parei inúmeras vezes para contemplar o ambiente lindos e perigoso que estava na minha frente. 

Outro tópico muito importante e aguardado eram os monstros: Saber como eles iriam se comportar nesse vasto mundo. E como já era de se esperar fomos presenteados com criaturas únicas, algumas velhas conhecidas pelos fãs como Rathalos e outros novos que deixarei como um surpresas para você. 

Como falei anteriormente, o jogo é baseado nas caçadas dos monstros, você verá que cada besta se comporta de um jeito, terá que prestar atenção em seus movimentos e no ambiente a sua volta para poder ser eficiente para não falhar na missão.


Multiplayer e gameplay

Uma duvida que muito dos novos jogadores tem, é se o jogo é somente em multiplayer. Se a pessoa optar pode jogar sozinho e utilizará o seu fiel companheiro Amigato (personagem IA que ajuda em sua jornada) que serve como um suporte na hora da caçadas.

O multiplayer consiste em uma jogatina de 2 à 4 jogadores por missão, sendo que poderá utilizar o recurso de disparo de SOS durante as caçadas para chamar algum reforço na hora do desespero, mas tenha em mente que quanto mais jogadores tiverem o monstro, o mesmo se tornará mais perigoso.

Infelizmente, para você jogar o multiplayer terá que ser assinante da PS Plus ou da Xbox LIVE. Isso acaba atrapalhando aquelas pessoas que não tem esse recurso e encarecendo um pouco mais o jogo que já tem o preço cheio no Brasil.

A mecânica dos combates não é tão convencional e pode criar algumas dificuldade no início. Como não ter uma ação frenética como em alguns jogos, alguns movimentos usarem a barra de estamina e os itens acabarem demorando um pouco para serem utilizados, mas garanto que após a curva de aprendizado ficará bem mais fácil combater aquele terrível Anjanath. 

Uma das características do jogo que me chamou muito atenção foi a grande quantidade de  armas, somando 14 tipos diferentes e com uma imensa árvore para construção e melhoria. Sendo assim, você descobrirá a qual mais se adéqua a sua forma de jogar.


Veredito e considerações finais

Monster Hunter: World é um ótimo jogo para jogar sozinho ou com seus amigos, com objetivos tranquilos e gameplay bem fantástico e único. Terá que aprender os ambientes, movimentações e os ataques de cada monstro e se adaptar da melhor forma possível para derrotá-los. Prepare-se para perder várias horas de jogo para conseguir aquela arma e armadura mais incríveis.

Infelizmente, a Capcom optou por uma historia genérica e muito rasa, mas acerta com o objetivo de mostrar toda a belíssima ambientação e os gigantescos monstros.

Então, boa caçada para todos!


✔ Pontos positivos:
  • Ambientação incrível;
  • Mecânicas divertidas e variadas;
  • Monstros ameaçadores;
  • Possibilidade de personalizar o personagem;
  • Grande variedade de equipamentos;

Pontos Negativos:
  • Enredo genérico e pouco cativante;
  • Multiplayer somente para assinantes.

Nota: 9.5

E aí, gostaram? Acharam que faltou algo? Qualquer elogio, crítica e sugestão é bem vinda.


0 Comentários para "+REVIEW - Monster Hunter: World"