+REVIEW - 5 Motivos para ler A Casa do Lago | Cores do Universo

11:00 0
 Foto: Cecília Justen

Ei! Tudo bem?


Meu nome é Cecília, e a partir de hoje eu passarei a dar um “oizinho” para vocês uma vez por mês!




Eu tenho um blog, o 365 Cores do Universo (apareçam por lá), e eu e o pessoal do +Reviews decidimos fazer uma colaboração muito legal. Uma vez por mês eles fazem uma postagem lá no Cores e uma vez por mês eu faço uma postagem para vocês aqui! Já posso adiantar uma coisa... Esperem muito do mundo literário vindo de mim e de minhas postagens para vocês!

Hoje, decidi escrever e convencer vocês a lerem um livro que eu amo, que eu sou apaixonada e ganhou o meu prêmio de “Melhor livro de 2018”. Estou falando de “A Casa do Lago”, um romance policial que vai fazer você delirar do início ao fim.

Entretanto, em algum momento do ano passado eu fiz uma resenha do livro lá no meu blog, então decidi dar para vocês 5 motivos para lerem enquanto faço uma review dentro dos tópicos.

Confesso que foi muito difícil escolher os motivos, eu queria dar um infinito de razões para vocês lerem a obra. 

A História

Loeanneth, casa da família Edevane, fica na Cornualha, condado no sudoeste de uma península da Inglaterra, mesmo lugar em que Sadie decide tirar suas férias forçadas depois de sérios problemas em seu último caso como detetive. Chegando lá, Sadie acaba saindo da trilha e encontra uma casa completamente abandonada que está cada vez mais tomada pela natureza que cresce constantemente em volta da mansão. Curiosa do jeito que é, a detetive decidiu investigar mais sobre o local e acaba descobrindo coisas que a deixam extremamente intrigada.

Setenta anos antes, em 1933, na 'Casa do Lago', a família Edevane estava se preparando para a festa do solstício, porém, o que ninguém esperava é que o filho mais novo do casal, Theo de 11 meses, iria desaparecer, causando um desespero enorme e fazendo com que a família inteira se mudasse para Londres abandonando a casa.

Em 2003, Sadie descobre que o caso nunca fora resolvido e as únicas informações que ela consegue são de uma biblioteca, porém boa parte dos documentos foram queimados na Segunda Guerra Mundial; de seu avô que abandonou Londres para morar na Cornualha; de uma senhora que está indo visitar seu avô; e do policial que mesmo sendo um adolescente na época, ainda se lembra de algumas informações que são importantes para a resolução do caso. Entretanto, Sadie ainda tem uma esperança. Essa esperança se chama Alice Edevane, filha do meio da família da 'Casa do Lago'. Agora, com 86 anos, A.C. Edevane, como é mais conhecida, é uma escritora mundialmente famosa e se recusa a responder as cartas de Sadie por se sentir culpada pelo sumiço do único irmão.

A Primeira Guerra Mundial

Esse é um tópico que eu considero muito especial, porque eu sou apaixonada em História (a matéria em si), então ele é feito para quem, assim como eu, tem um coração de historiador.

Eu poderia listar vááários livros para vocês sobre a 2ª Guerra Mundial, mas acho que seria desnecessário já que a maioria já sabe que as quantidades de obras (sejam elas literárias ou cinematográficas) relacionadas ao tema são exorbitantes. Porém, não posso dizer a mesma coisa sobre a Primeira Guerra.

Em A Casa do Lago, temos a presença de alguns acontecimentos da 1ª Guerra, e envolve o meu ponto favorito da matéria: Trauma de Guerra. Então se você tem uma alma de historiador e ama a matéria tanto quanto eu, você vai adorar entrar nesse mundo que a autora nos traz por meio da história. Mas se preparem...

A Narração

Uma das coisas que eu mais gostei foi à forma que a obra foi escrita. Enquanto a gente lê a história, que é narrada em terceira pessoa, com o ponto de vista da Sadie, a gente vai descobrindo algumas coisas ao mesmo tempo em que ela e, consequentemente, vai criando teorias junto a detetive. O próximo capítulo é a história no passado contando o acontecimento que a gente acabara de entender. Ou seja, além da gente ter descoberto e entendido finalmente uma parte de todas as ocorrências, a gente ainda tem a oportunidade de ler mais sobre o evento, mesmo que a Sadie não saiba exatamente o que aconteceu, você vai saber, e isso é o que torna o livro tão empolgante!

Costumo dizer que ela é o Sherlock e nós somos seu Watson.

O Romance Policial

Vamos falar sobre o meu segundo gênero favorito? Claro!

Romance Policial é um gênero literário com presença de um crime, da investigação e da revelação (surpreendente, nem tenta adivinha, você não vai conseguir) do criminoso. Normalmente os romances policiais também tem o suspense como gênero se ligando. Os contos de Arthur Conan Doyle (Sherlock Holmes) e Agatha Christie (Hercule Poirot) são os mais famosos do gênero, mas atualmente temos outros autores que estão se destacando.

A Casa do Lago é um Romance Policial, um bem típico do gênero. Enquanto eu lia o livro eu soltei vários "Não é possível!", "Aí Meu Deus!", "Sério?", "Oi?", "Como assim?" e por aí vai. Eu não acreditava em muitas coisas que iam acontecendo durante a história. Mas não se engane, o fato de eu achar tudo muito inacreditável não quer dizer que as coisas não faziam sentido. Na verdade, era exatamente essa a questão. Tudo fazia sentido até demais.

Eu, como uma aspirante a detetive do Paraguai, tentei decifrar o caso de diversas maneiras diferentes. Fiz umas quinhentas teorias e quanto mais eu lia, mais teoria aparecia. A maior questão é que você acha que está super ligada na história, que você já sabe o final, mas aí vem outro capítulo e vem uma informação extremamente importante que vai fazer com que tudo o que você imaginou tenha sido completamente sem sentido. Quando o livro acabou, confesso que só acertei 3% de todas as verdades reveladas na história.

A Kate Morton

Atualmente, uma das minhas autoras favoritas (top 5).

Morton soube montar muito bem o tempo da história. Antes de pegar o livro para ler, eu dei umas folheadas pelas páginas para saber como que o livro era montado. Fonte, tamanho da letra, cor do papel, essas coisas que eu acho super interessante e que vão sim interferir na hora da leitura. E folheando essas páginas, percebi que cada capítulo se passa em uma época. Ou nós vamos ler sobre a história da família Edvane ou vamos ler sobre as descobertas com ou sem sucesso de Sadie. Então confesso que antes mesmo de ler a obra eu já fiquei com um pouco de receio, afinal, apesar de amar/idolatrar livros com a temática de detetive, eu fiquei com um pé atrás por ter uma troca de tempo muito constante e nem todos os autores conseguem deixar claro essas mudanças e os aspectos de épocas tão diferentes. Todavia, Kate conseguiu fazer isso tudo com êxito total! Enquanto em um momento vivemos a Primeira Guerra Mundial, em outros vivemos plenamente o início do século XXI. Isso foi a parte mais incrível pra mim, o fato da autora conseguir trocar de épocas tão diferentes e de uma maneira que deixa tudo claro na sua cabeça, não é como se lêssemos dois livros diferentes, um sobre uma detetive e outro sobre um caso em 1933. Na verdade, nós lemos um livro que muda de tempo sem atrapalhar a linha da história.

Kate além de ter uma escrita cativante, que vai te prender do início ao fim, ela também sabe caminhar muito bem seus personagens. Cada pessoa tem seu motivo, cada um tem sua característica e nenhum deles são personagens lineares e sem graça, na verdade, todos - todos - são personagens que a gente compreende, que dá para sentir as emoções. Convenhamos que isso seja incrível e, poucos escritores sabem fazer isso.

"Sadie não se importava com pressentimentos - não havia necessidade de um sexto sentido quando os outros cinco eram usados corretamente."

Espero que vocês tenham gostado e eu tenha conseguido passar todo o meu interesse em relação ao livro para vocês. Almejo muito que essa colaboração seja boa para ambos os lados e que vocês gostem das minhas indicações.

Visitem depois meu blog, lá vocês poderão conferir vááárias indicações de livros, filmes, séries, músicas e muito mais!

Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩

0 Comentários para "+REVIEW - 5 Motivos para ler A Casa do Lago | Cores do Universo"