+REVIEW - Seven Deadly Sins

16:45 0


Um Fairy Tail melhorado pode agradar?

Um Fairy Tail melhorado pode agradar?


Características Técnicas

Nanatsu no Taizai também conhecido como The Seven Deadly Sins no ocidente, é um mangá escrito e ilustrado por Nakaba Suzuko. Começou a ser serializada na revista Weekly Shounen Magazine da Kodansha em outubro de 2012, com atuais 21 volumes lançados (236 Capítulos) até o momento.

O anime foi produzido pelo estúdio A-1 Pictures e foi transmitido no Japão na JNN e MBS entre 5 de outubro de 2014 até 29 de março de 2015. No Brasil o mangá é publicado pela Editora JBC desde março de 2015, em setembro do mesmo ano, o anime foi lançado no catálogo da Netflix no Brasil e em Portugal.


Personagens

Em Nanatsu no Taizai temos, óbviamente, 7 personagens com a premissa de serem "principais" mas diferentemente de One Piece onde você realmente vê a importância de cada um dentro da equipe em Nanatsu a história é outra, temos somente o personagem principal BEM construído e o resto da equipe ganha uma backstory e um objetivo, de resto eles ficam bem atrás de Meliodas (O personagem principal).

Como é uma review sem spoilers, falarei o máximo que puder sem entrar em muitos detalhes, então não fiquem irritados comigo por deixar algo passar.

Meliodas

O capitão dos sete pecados e personagem principal da obra. O pecado da Ira representada por uma tatuagem de Dragão. Meliodas é dono de um Bar chamado Boar's Hat ou Chapéu de Javali, conhecido por sua excelente bebida e horrível comida. Apesar de parecer uma criança em aparência ele é bem velho e MUITO forte.

O personagem com as melhores (e mais exageradas) cenas de Ecchi da obra, Meliodas é o típico personagem principal de Shounen, com um passado sombrio e desconhecido que é construído de maneira ~fraca~ durante o decorrer da obra, mas que nos surpreende positivamente quando vamos descobrindo mais sobre sua situação.

Meliodas ainda assim é um ótimo personagem e o pilar dos sete pecados e se não tivesse exageradas cenas de Ecchi poderia ser um personagem muito melhor.

Diane

O pecado da inveja representado por uma tatuagem de serpente. Diane faz parte do clã de gigantes e
possui uma força física absurda e uma grande conexão com a terra.

Um dos personagens mais barulhentos e chatos no começo da obra, mas conforme a história vai crescendo e melhorando, Diane vira uma personagem bem construída (para os conceitos da obra) e segue recebendo conteúdo e profundidade até hoje no mangá.



Ban

O pecado da ganância representado por uma tatuagem de raposa. Ban é um de meus personagens favoritos na obra. é um dos mais poderosos entre os pecados por ter uma vantagem, ele é imortal!
Durante os tempos livres é o cozinheiro do Boar's Hat (único momento onde a comida é boa.) e seu maior objetivo é ficar com sua amada,

Um personagem divertido e na medida certa, não possui ecchis exagerados e é protagonista de algumas das melhores lutas do anime/mangá, ou seja é o personagem perfeito pra se amar e idolatrar!

Tirando meu fãboy interior da equação, o Ban realmente é um ótimo personagem, acredito por ser um dos personagens mais amado dos fãs o criador da Obra dê mais amor à ele do que outros personagens secúndários, portanto, ele não fica muito para trás do Meliodas.



King/Harlequin

O pecado da preguiça representado por uma tatuagem de Urso. King é o terceiro rei das Fadas e
protetor da floresta das fadas e da fonte da juventude, King é um personagem gentil, empático, respeitoso, porém justo e feroz quando necessário, irmão do amor de Ban e secretamente apaixonado por Diane.

Não posso dar muito mais detalhes de sua história para evitar os spoilers, mas King é um personagem bem amável.





Gowther

O pecado da luxúria representado por uma tatuagem de cabra. Gowther até o momento é um dos personagens mais chatos da obra, desnecessário e totalmente mal construído, nos últimos capítulos recebeu uma backstory até dramática, mas ainda assim não compensou a chatice e má construção do personagem.

Outro personagem que não podemos dar muitos detalhes de sua história para evitar GRANDES spoilers.






Merlin

O pecado da gula representado por uma tatuagem de Javali. Merlin como o nome já sugere é a maga
do grupo, gosta de zombar e de desafiar outros e é a mais misteriosa de toda a obra.

Novamente revelar muito sobre Merlin, pode atrapalhar a sua experiência ao ler a obra.









Escanor

O pecado do orgulho representado por uma tatuagem de Leão, Escanor é o mais forte dos 7, e sua força e personalidade variam de acordo com a hora do dia, Escanor também é apaixonado por Merlin e faz de tudo para agradar a dama.

Esses 3 últimos personagens só tiveram sua histórias reveladas mais para o final/atual do mangá, portanto revelar muito sobre eles agora atrapalharia com toda certeza as surpresas da obra.

Possuindo personagens secúndarios interessantes, porém mal aproveitados Nanatsu no Taizai passa um ar de desinteresse ao tentar construir um mundo para sua obra e não somente uma história linear qualquer.



Características da história

Nanatsu no Taizai não inova, em absolutamente nada, história mediana, personagens mal aproveitados e inimigos que na verdade são amigos ou até histórias absurdas de redenção. Possui uma premissa sensacional, pois tem uma pegada de Idade Média onde temos cavaleiros reais, Rei Arhtur, Camelot e todas essas coisas que são clichês mas nós adoramos, entretanto, as histórias e sagas aqui são mal utilizadas para fazer uma obra absurdamente fod*.




Conclusão

Nanatsu no Taizai é um Fairy Tail melhorada, com "menos" Ecchi, boas lutas e personagens divertidos, mas é SÓ isso. Não espere grandes plots ou situações inteligentes, é o classíco Shounen de quem gritar mais alto vai vencer.


Pontos Positivos:


  • Divertido
  • Boas lutas
  • quantidade boas de personagens



Pontos Negativos


  • Obra rasa
  • Não inova
  • Personagens mal utilizados


Nota: 5.5



E ai, gostaram? Acharam ruim? Sentiram que faltou algo? Qualquer elogio, crítica e sugestão é sempre bem vinda!





0 Comentários para "+REVIEW - Seven Deadly Sins"